terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Bocassoa

Nas últimas crónicas do Patife tenho lido alguns comentários a pedir-me um registo mais sério, mais sentido. O Patife já assumiu que tem a inteligência emocional de um biltre e o coração sentimental de um gnu - coisa só ao alcance de quem gosta muito de ir ao cu. Contudo, continua a haver por aí esse ímpio pensamento de que o Patife é um gajo sensível. O mesmo me aconteceu esta noite. Após uma queca épica que me deixou a ponta da pichota toda moída – muito por culpa da farfalheira da gaja que mais parecia palha-de-aço, coisa que eu não me importo desde que me mame no palhaço – começou a querer ver sentimentos no Patife. A essa moça, assim como a todos os leitores e leitoras de delicada sensibilidade que me impelem a contactar com os meus sentimentos, dedico este momento virado para coisas bonitas como a poesia. Por isso, assim como há uns meses acordei a pensar que se o Bocage e o Camões fossem um só haviam de ter saído pérolas literárias dignas de elevar a poesia nacional a um nível inigualável, hoje acordei a pensar o mesmo mas sobre o Bocage e o Pessoa. E se o Bocage e o Pessoa fossem um só teriam certamente criado coisinhas poéticas lindas assim:

Dizem que finjo ou minto
Em tudo o que sinto. Não.
Eu simplesmente afinfo
Com o sardalhão
Não uso o coração.

Tudo o que faço ou trespasso
É uma queca que nunca finda,
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Mas a mamar é que és linda.

Por isso espeto no meio
E nem sequer olho a quem
Entalo com tal enleio,
Que a todas quero bem
Sentir? Sinta quem se vem!

52 comentários:

O Doutor e o Fugitivo disse...

Um verdadeiro poeta do arrefinfo, o meu caro não para de me surpreender.

Continuarei atento

Fugitivo

Rui Sousa disse...

ah poeta !!!

VM disse...

não tenho duvidas, és um poeta prá vagina e um fundilhão pó cu... mai nada!

=D

Ulisses disse...

Bravo!!!!!

Bravoooo!!!!!!

Há que aplaudir de pé semelhande demonstração...

:)

Patife disse...

O Doutor e o Fugitivo:
O meu tetra-tetra-avô era um trovador do esfreganço. Devo ter herdado algum gene. ;)

Rui Sousa:
O verdadeiro poeta é o que faz da pachacha uma meta. ;)

VM:
É uma arte em vias de extinção .;)

Ulisses:
Podem aplaudir de pé. Já as moças prefiro que aplaudam de joelhos. ;)

Sairaf disse...

clap clap clap clap!!!

É grande o Patife,
é grande o orador,
fez um poema repleto de vigor,
não usa o coração mas usa a imaginação!!

Pobre daquelas que se atravessarem no seu caminho,
Levam na estrada, no atalho ou na vereda,
gemem, gritam e mamam sempre de mansinho e nunca ao cantinho.

Muitas vezes pinta quadros
e gosta de fazer borrões.
Gosta de as sentir bem
Para as fazer ir mais além.


Continua a escrever assim, para que mudar aquilo que tanto me faz rir.
Sincero abraço
Sairaf

desejo disse...

" gnu - coisa só ao alcance de quem gosta muito de ir ao cu.", ahahahahahaha- Primeira gargalhada.


"Patife é um gajo sensível"- nem sequer é discutível...

"toda moída – muito por culpa da farfalheira da gaja que mais parecia palha-de-aço, coisa que eu não me importo desde que me mame no palhaço "- hahahahahahahahaah!segunda gargalhada.

"Eu simplesmente afinfo
Com o sardalhão
Não uso o coração" , ahahahahahahahahahahahahaha- terceira gargalhada.

"Por isso espeto no meio
E nem sequer olho a quem" - belo, belíssimo!

"Que a todas quero bem
Sentir! Sinta quem se vem!" hummmmmmmmmmmmmm! Esta adorei.

Grande Poetifório és tu.

Beijo especial.

desejo

Patife disse...

Sairaf:
Muito bem. Estou a ver que posso começar a organizar o primeiro Encontro de Poesia Espirituosa. ;)

desejo:
"Poetifório" é genial. Vou começar a usar no cartão de apresentação. ;) Sempre disse que gargalhadas e desejo andam sempre de mãos dadas. Ver isso personificado é um mimo inigualável. ;)

El Solittario disse...

o patife anda a ficar um sentimental,,,
e poeta tb,,,

ai,,, aiii patife
anda a perder qualidades,,,
lololo

Patife disse...

El Solittario:
Eheheh. O Patife perde qualidades mas ganha quantidades. ;)

J. disse...

mas que grande poeta Patife! ;)

Nokas disse...

Foi profundo!!!

( Nem quero ver que comentário sai daí)

Sílvia disse...

Ainda ontem estive para postar um poema de minha autoria, inspirado em Fernando Pessoa, e agora chego cá e deparo-me com esta obra extraordinária!

Patife disse...

J.:
Um grande poeta com uma grande seta. ;)

Nokas:
É um pouco como o Pacheco que está sempre lá *prófundo. ;)

Sílvia:
Há Pessoas que inspiram e há pessoas que expiram. Também há as que espirram mas a essas não acho tanta piada. ;)

Vera, a Loira disse...

Temos poeta.

Louise disse...

Nem sequer olhas a quem?!?!??!
Xi.. olha que isso pode ser interpretado de muitas formas....

E os versos não estão maus não senhora, mas olha que acho que podiam ser melhores :P

Felina disse...

Ao princípio pensei que fosses mesmo na conversa de escrever coisas sérias... depois verifiquei que continuas igual a ti próprio ... uff que alívio... estava a ver que ia ter uma trabalheira a procurar outro blog para me fazer rir... já me sinto melhor...

S* disse...

Tu és um artista meu caro Patife... e por detrás das badalhoquices e desta insensibilidade toda, existe obviamente um homem inteligente e com muita lábia. ;) E oh que ter muita lábia é bom para as oralidades. ahahah

Patife disse...

Vera, a Loira:
Poeta é o Pessoa. E o Bocage. O Patife apenas uniu os dois. ;)

Louise:
Podiam pois, caso eu não me tivesse distraído com as dentadas bem mais fortes do que era exigido que ia levando no Pacheco enquanto escrevia. ;)

Felina:
Falso alarme. Podes continuar a levar dois pares de cuecas para o trabalho. ;)

S*:
Já muita lábia passou pelo meu Pacheco, lá isso é verdade. ;)

Felina disse...

E quem te disse que só preciso de dois pares?

retiro o que disse... disse...

Essa do apelo ao sentimento é boca pra barulho?? vamos lá ver...

Será que montas com tanta destreza como escreves?

Já ouvi dizer que algumas pessoas choram sentimento quando atingem o orgasmo, já o Patife deve chorar arrependimento por não ter fugido do local a tempo...

Beijo :)

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Estou boquiaberta...(o que não te deve importar nada n'est-ce pas?)

O meu Nandinho assim apimentado, nesta Quintilha brilhante, simbiose repleta de figuras de estilo (das quais adoro o mix metáfora/personificação), é digno de integração imediata no programa escolar do ensino secundário.

E agora, passados uns instantes, em que consigo, de novo, articular o trigémio para fechar a boca, pergunto-me apenas de que disciplina:

Língua Portuguesa ou Educação Sexual (explícita)?

Beijo literário e orgásmico, estilizado em onomatopeia versão línguas e literaturas modernas:

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

retiro o que disse... disse...

Aiii Estrelinha, olha nós aqui apertadinhas no meio do Patife...

(adorei esse teu cantar de palavras acusticamente sensuais, como já é habitual...)


Beijo, pulando de nuvem em nuvem...

Patife disse...

Felina:
Ahahahah. Mais que dois pares já pode ser considerado incontinência sexual. ;)

retiro o que disse...:
É a delicada resposta que o Patife pode dar pois mais sensível que isso iria desvirtuar este espaço. É que com a caneta safo-me. Mas aqui com o pincel esfalfo-me. ;)

Stargazer:
A Stargazer boquiaberta é tudo o que o Patife precisa! Daí não preferir nem "Língua Portuguesa" nem "Educação sexual" mas antes a disciplina "Educação Portuguesa com Língua Sexual".

Um beijo desses é coisa para meter as duas cabeças do Patife em polvorosa!

Stargazer disse...

Soulmate,

Nós apertadinhas no meio do Patife, ou o Patife apertadinho no meio de nós?

Não sei qual prefiro, sou sincera...

O lado soft do homem e o hard do Mauvais Mac ou vice-versa?

Bom, depende do objectivo. Mas o ano está a chegar ao fim e há que definir objectivos.

Começamos com um Threesome intelectual ou físico? O melhor será um meddley entre físico-química, educação física, microbiologia e língua portuguesa, não?

Bom, eu hoje ando a dar-lhe para o ensino...

Beijo de aprendiz (...de Feiticeira, obviamente)!!!

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Em polvorosa? Algo como ACDC's:

Cos I'm
T.N.T.
I'm Dynamite
T.N.T.
And I'll win the fight
T.N.T.
I'm a power-load
T.N.T.
Watch me Explode

I'm dirty, mean and mighty unclean
I'm a Wanted man
Public Enemy Number One
Understand
So lock up your daughter
And lock up your wife
Lock up your back door
And run for your life
The man is back in town
So don't you mess around

Sabes, Mauvais Mac, assim mudo a Onomatopeia. De Ahhhhhhhhh para Hmmmmmmmmmmmmmmm...

Beijo assim ao Estilo de Fada Oriana :)

Patife disse...

Stargazer:
Ahahahah. Se não tens cuidado qualquer dia ainda te dou uma assim ao Estilo de Foda Ariana. ;)

Rita da Maçaroca disse...

Bravo bravo! Patife no seu melhor! Mas sinceramente a vida não é feita de lirismos! A vida é feita de acções e como tal, toca a passar das palavras a acções com as mulheres merecedoras do Patife! Ahahah :)

Capitu disse...

Aqui dorme Patife, o putanheiro:
passou vida folgada, e milagrosa;
comeu, bebeu, fodeu sem ter dinheiro


É pau, e rei de paus, não marmeleiro,
Bem que duas gamboas lhe lobrigo;
Dá leite, sem ser árvore de figo,
Da glande o fruto tem, sem ser sobreiro:

Verga, e não quebra, como o zambujeiro;
Oco, qual sabugueiro, tem o embigo;
Brando às vezes, qual vime, está consigo;
Outras vezes mais rijo que um pinheiro:

À roda da raiz produz carqueja:
Todo o resto do tronco é calvo e nu;
Nem cedro, nem pau-santo mais negreja!

Para carvalho ser falta-lhe um u;
Adivinhem agora que pau seja,
E quem adivinhar meta-o no cu.

Blue... disse...

Bom,
Estou espantada com tamanha qualidade literária,
Digamos que conseguiste me surpreender, coisa que ainda não tinha acontecido :)

Beijo Blue

Malena disse...

Meu caro Patife,
Tem graça a tua verbe de poeta mas a Capitu... Ai cum caraças!! Tu põe-te a pau(mas não exageres senão ainda tens um priapismo) que tens poetisa à altura! :))

J. disse...

Então além de poeta és cupido :p

Paula Anes disse...

Gosto de passar por aqui!
É melhor que ir ao ginásio.
O Patife é Alto.

Obrigada.
PA

patriciaa. disse...

Isto é lindo, sem dúvida.

P. disse...

Ahahahahahah que entretendimento que isto é!
:D
Que dá para rir dá. Muito bom. ^^
*

Lolita disse...

Rais te parta... não é nada disto...é o mesmo registo!!! ... mentiroso, enganador...
Continuo à espera... humpfff

Marta disse...

Clap, clap, clap...um must :)

ZapporssoN_81 disse...

Olá, começo a aparecer por estas bandas...
convido-te a aparecer tb em www.3m2.blogspot.com
aposto que é bem dentro da tua onda... vais gostar, sê benvindo;)

ZapporssoN_81

Stargazer disse...

Mauvais Mac,

Não duvido...até porque se eu sou Oriana e tu o Poeta, como se lê pelos teus escritos...

E lê lá as entrelinhas...

Beijo com asas, reflectidas no charco da clareira...

Ah, bela Sophia, como ela fez as minhas delícias de criança com as suas figuras de estilo nos seus contos maravilhosos. Adoro a sua escrita!

Patife disse...

Rita da Maçaroca:
Ahahahah. O Patife faz o que pode. E desfaz o que fode. ;)

Capitu:
Ah... o belo Soneto do Pau Decifrado. Sempre um clássico. ;)

Blue:
Se ficas espantada com a qualidade literária nem imagino o quão espantada ficarias com a qualidade pachecária. ;)

Malena:
Eu ponho-me sempre a pau com o Soneto do Pau Mandado do Bocage. E sou "O" priapista-mor. ;)

J.:
Cupido? Nah, prefiro ser comido. ;)

Paula Anes:
O Patife é Alto. O Pacheco é de Alto Calibre. ;)

patriciaa:
"Lindo, sem dúvida" é o Pacheco de perfil. Pelo menos é o que ouço dizer na rua. ;)

P.:
Para umas dá para rir, para outras dá para vir. Para o Patife tanto se lhe dá como se fodeu. ;)

Lolita:
Isto é o mais sério e sensível que o Patife consegue. O Patife tentou. Mas o Patife tem a inteligência emocional de uma alforreca. ;)

Marta:
Ah as palmas.... as palmas. Faz-me recordar o episódio da "Menina do Encore". Boa, já tive uma erecção. ;)

ZapporssoN_81:
Gracias. Vou já fazer uma coisa que eu gosto muito de fazer em qualquer situação: Espreitar. ;)

Stargazer:
Entrelinhas é coisas boa de se ler. A Sophia faz as delícias de qualquer criança sã. ;)

Marota disse...

Patife, hoje é quinta. Parece que nos habituaste mal...

Patife disse...

Marota:
O Patife habitua sempre bem e é um homem de palavra. Terças e quintas não falha. Por vezes tenho é dificuldade para tirar as tipas todas da cama e chegar ao computador. ;)

Petra Pink disse...

Patife! sempre no refustedo!
pois então para enriquecer tua cultura, deixo-te aqui um poema bem labrego!

Hytler:
- hytler homem de grandes facetas.
Já farto de bater punhetas,
Decidiu foder o mundo.
Tirou os 3 à Polónia
E logo os polacos lhe disseram:
- hóh meu grande bandalho! não tens mais onde meter esse caralho?
Cala-te que não és só tu.
Fodemos a França
E levas no cu.
E a França foi fodida pelos maiores cabrões da terra.
Z+ás... fodeu a Inglaterra.
Hytler homem de força comunal...
Só não teve colhões para foder Portugal.

Patife disse...

Petra Pink:
O Hitler sabia bem que Portugal já estava a ser bem fodido nessa altura. O meu avô estava no seu auge sexual e segundo dizem era quase tão nabo-devastador quanto o Patife. ;)

Petra Pink disse...

ahhahahahhahahahhahahhahahahhahahhahahahhahahahahhahahahhahahahahahah.

→ Calipso disse...

Muito muito bom patife :p

Patife disse...

Petra Poink:
Por quem sois. ;)

Calipso:
"Muito muito bom" é poesia francesa do século XVII. Um medley do Pessoa com o Bocage devia ter honras de hino nacional. ;)

Uma Rapariga Simples disse...

E ao ler esta bela paródia de Pessoa, eis que me lembrei de uma outra feita a Camões...


poema de Camões:

“Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamento descontente,
dor que desatina sem doer”.

A paródia:

“Ah! Camões, se vivesses hoje em dia,
tomavas uns antipiréticos,
uns quantos analgésicos
e Prozac para a depressão.
Compravas um computador, consultavas a Internet
e descobririas que essas dores que sentias,
esses calores que te abrasavam
essas mudanças de humor repentinas,
esses desatinos sem nexo,
não eram feridas de amor,
mas somente falta de sexo!”

Lilly disse...

Genial!

Grande blog, patife!!

Patife disse...

Uma Rapariga Simples:
Eheheheh. Os grandes poetas só o foram por manifesta falta de sexo. ;)

Lilly:
Obrigado e bem-vinda. É grande é. Mas não é blog. ;)

∗ANA∗ disse...

Temos poeta!
XD

Patife disse...

ANA:
É mais profeta. ;)