quinta-feira, 21 de abril de 2011

E pudesse eu pinar de outra forma

Admiro o Manel Cruz. Por isso custa-me um pouco subverter a perfeição lírica do homem. Manel, desculpa lá isto, pá. Mas do foge foge bandido ao fode fode patife vai apenas um jogo de palavras de distância. Por isso, deixem-me cá recordar os tempos de ornatos violeta e a subversão lírica que em tempos cantei à rapariga armada em virgem ofendida que ousou misturar a pureza do tesão com os conspurcados sentimentos de amor eterno, desregrando as normas da fodenguice. Manel, a sério, pá. Desculpa lá isto. É meter ali no play e ouvir o original enquanto se canta a letra do Patife por cima:


Ouvi gemer
Ouvi gemer e o teu tesão acabou...
Pois eu não tive a noção do seu fim!
Pelo que eu já tentei,
eu não vou vê-lo em mim
se eu não tive a noção de ver nascer uma emoção

E ao que vejo, tudo foi para ti
uma estúpida emoção que eu nem senti
E eu fiquei com tanto p´ra pinar
E agora não vais achar nada bem
que eu pape a cona em raiva.

E pudesse eu pinar de outra forma!
E pudesse eu pinar de outra forma!
E pudesse eu pinar de outra forma!

Ouvi gemer e o mundo acaba amanhã,
e eu tinha tantos planos p'ra depois!
Fui eu quem te levantou as saias
na pressa de ficarmos a sós
sem tirar das pinadas seu cruel sentido...
Sobre a emoção estar cega,
resta-me apenas o meu Pachecão
e um dia vais ser tu
ou talvez o teu cu
onde eu já fui
um dia vais assim foder

E pudesse eu pinar de outra forma!
E pudesse eu pinar de outra forma!
E pudesse eu pinar de outra forma!
Sei que vais assim foder
E pudesse eu pinar de outra forma!
E pudesse eu pinar de outra forma!
E pudesse eu pinar de outra forma!

A pachacha está coberta
e alguém me mamou o Pacheco em toda a parte:
nas casas, nos carros, nas pontes, nas ruas.
Em todo o lado essa mamada
repetida ao expoente da loucura!
Ora amarga, ora doce…
Para nos lembrar que o amor é uma doença,
quando o que interessa é ter a picha dura

41 comentários:

Utena disse...

Caro Patife,

O menino é um poeta... louco mas um poeta!

Patife disse...

Utena:
Um poeta da queca, um prosador do pinanço, um trovador da cueca, um lírico do espetanço. ;)

o stressado disse...

Genial … muito bom! Vou passar a trautear esta música no acto.

Patife disse...

o stressado:
Já o fiz e recomendo vivamente. ;)

Malena disse...

Tu vê lá se não te acontece como ao Hugh Grant... a ser mamado em tudo o que é canto e esquina, ainda vais preso!! ;)

Uma Rapariga Simples disse...

Folgo em saber que os meus comentários singelos e as minhas escolhas musicais o inspiram. fiu fiu

VM disse...

anda Pacheco, anda que a tua lírica espanta... lol

Uma Rapariga Simples disse...

"Parto rumo à maravilha
Rumo à dor que houver pra vir
Se eu encontrar uma pila
Paro pra sentir
E dar sentido à viagem
Pra sentir que eu sou capaz
Se o meu peito diz coragem
Volto a pinar em paz"

Agora fiquei inspirada! LOLOL

desejo disse...

ahahahahaha! Com a voz de fundo a falar, aiaiaiaiai!
Ó Patife, tu és a minha loucura, logo de manhã...!

MartaP. disse...

cantar isto ao som da letra que fizeste... epá, soberbo. clap clap clap!

LM disse...

Citando os Ornetas também,só pra te dizer que és um monstro, e eu adoro. lol
"Tal fosse um copo grande embora sem o fundo.
Eu não entendo mas amo quem tu és,
E que assim sendo padeço a teus pés.
Matei o monstro da monagamia,
e a minha vida parou na letra S."

Patife disse...

Malena:
Eu até gosto de ser apanhado nas esquinas para depois ir dentro. ;)

Uma Rapariga Simples:
Ahahahah. Adoro. O toque de Midas é fodido. Um pouco como o toque do Pacheco. ;)

VM:
A lírica espanta, o falo encanta. E hoje uma já cá canta. ;)

desejo:
É a voz de fundo a falar e o Pacheco no fundo a pinar. Folgo em saber que te dou prazer logo pela manhã. ;)

MartaP.:
Tenho um fetiche por palmas. A sério. Tenho para mim que no final de cada pinanço as moças deveriam dedicar uns minutos a bater-me palmas. ;)

LM:
Just perfect. Aqui o Monstro precisa de amigas. ;)

Uma Rapariga Simples disse...

Só conheço o Midas, o Pacheco ainda não me deu o prazer.
ahahahah

Patife disse...

Uma Rapariga Simples:
Ahahah. Efectivamente, o Toque de Pacheco transforma em prazer tudo o que toca. ;)

O Alentejanito disse...

LOL
Muito bom!

Neisseria Gonorrhoeae disse...

És um lirico.

Abraço

Patife disse...

O Alentejanito:
"Muito bom" é o ritmo do Patife na pranchada e o carácter surpreendente da sua minetada. ;)

Neisseria Gonorrhoeae:
Há dias em que acordo lírico, outros que acordo cínico. Pior que isto tudo é ser considerado um caso clínico. ;)

Jo disse...

Arrisco-me a dizer que foi provavelmente o melhor post do patife até à data! Simplesmente genial!:p

Zamora disse...

ÉS GRANDE, HOMEM!!!!!!! BRILHANTE.

Senhor Geninho disse...

Patife, já andava com saudades de vir aqui a este canto de promiscuidade lavar os olhos em tão subtis palavras! Continuas em grande! E não me respondas que andas sempre com ele grande, nem que grande é o pacheco, que não cabe num smart (só daqueles com tecto de abrir) e afins... :D

M disse...

Foda-se...

Patife disse...

Jo:
Permite-me discordar. O melhor poste do Patife é este que está aqui entre as pernas. ;)

Zamora:
Brilhante é o Patife no carnaval quando o penteio para trás com brilhantina. Fica muito clássico. ;)

Senhor Geninho:
Ahahaha. As palavras lavam os olhos, mas as acções lavram os folhos. ;)

M:
Ah pois é, bebé. ;)

Inês disse...

Patife: estás apaixonado???
Ai jesus...

Isis disse...

Pina para ai Patife! Vou passar a cantar também em altos berros o refrão enquanto pino ;-)

Petra disse...

está lindo patifinho......

Anónimo disse...

Hoje ganhaste uma nova fä.Adoro ler-te.
mazi

Tripolar disse...

E pudesse eu ignorar esta letra (patifória)!

Já está toda cá dentro e já não sai!

Caros Ornatos Violeta, you´ve been Patife´d (Punk´d??!)!

Jo disse...

Patife, ver para crer.
E daquilo que vi, o melhor post é mesmo este:)
Jo
http://viagensporsentimentos.blogspot.com

S* disse...

Já gostava da música, assim ainda gosto mais. É... entesoante.

retiro o que disse... disse...

Deve ter saltado a dentadura ao Vitor Espadinha depois de ler isto, já que só com Viagra consegue fazer saltar a Pichadura.

'Tifinho, saudades demasiadas por estes lados.

Beijo na testa, ora amarga, ora doce, porque nem sempre há tempo para um banho...

Fruto Proibido disse...

Ah Patife que agradável surpresa!
Não só és Rei nas artes que te competem enquanto Patife, como também tens um ouvido do melhor! Subiste na minha consideração...
Ora um beijinho, então.

Venúsia disse...

Eu se fosse o Manel perdoava-te de certeza ;)Não se pode negar a arte ao artista. lol

Sairaf disse...

Brutal Patife!!!!
Grande versão sim senhor,vénias ao mestre.
ahahhaha
Abraço grande
Sairaf

SlaveGirl disse...

Ah, Patife!!
Se a original me faz lembrar um "Master" demasiado severo. A nova faz-me lembrar um "tolo" que quando deu conta estava de trela!

;)

A Puta Educada disse...

Fucking brilliant!!

Patife disse...

Inês:
Apaixonado!?!? A menina não sabe que não se deve dizer palavrões? ;)

Isis:
Acho muito bem. Verás que é profundamente libertador. ;)

Petra:
Faço o que posso com a parvoíce que tenho. ;)

mazi:
Ah... O Patife adora novas fãs. É assim uma espécie de bálsamo do tesão. ;)

Tripolar:
"You´ve been Patife´d" é muito bom. Vou começar a usar no pós-queca. ;)

Jo:
Ahahaha. Cambada de voyeurs. ;)

S*:
O Patife estar cá para torcer a realidade. "Entesoante" é assim dos melhores adjectivos que já li. ;)

retiro o que disse...:
A boa filha à casa da torna! O Espadinha que me perdoe mas enfim. E pudesse eu escrever de outra forma. ;) Bons olhos a leiam.

Fruto Proibido:
O Patife é um grande fã de tudo que é subir. É uma questão de hábito. ;)

Venúsia:
Estive com ele este fim-de-semana. Não perdoou. Riu-se, mas não perdoou. ;)

Sairaf:
O Patife está habituado ma grandes versões. O Pacheco, por exemplo, é uma grande versão de um pincel. ;)

SlaveGirl:
Verdade seja dita: Gosto muito de me atrelar atrás de uma mafarrica. ;)

A Puta Educada:
Todas as minhas fodas são brilhantes, sim. Confere. ;)

Cláudia Neves disse...

Isto é deveras fascinante ó patife.
Estás de parabéns.
**

Nawita disse...

Muito bom :)

Também sou fã incondicional do trabalho do Manel... e do Manel, em palco sem t-shirt.

Patife disse...

Cláudia Neves:
A tua benção é a minha erecção matinal perpétua. ;)

Nawita:
Quando um trabalho é bom e grande deve ser admirado. Passo a vida a dizer quase o mesmo sobre Pacheco. ;)

Anónimo disse...

HAHAHAHA

Agora quando ouvir esta canção lembrar-me-ei sempre desta letra magnífica.

Helena

Patife disse...

Helena:
Se o Manel me apanha... ;)