quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Bocantónio Maria Lisboa

Durante a minha mais recente sessão de terapia constatei que tenho deixado de lado alguns sonhos ao longo da vida. O sonho, essa dimensão forjada pelo recalcamento do desejo, é soberano e penitenciei-me por ter condenado ao esquecimento a realização de alguns sonhos. Por isso apressei-me a ir para casa reler o Rêve Oublié do António Maria Lisboa. É bonito mas meio mariquinhas. Por isso, hoje de manhã acordei a pensar que se o Bocage e o António Maria Lisboa fossem um só, podiam ter criado shangri-las literários numa simbiose perfeita entre a densidade poética de um e a boçalidade lírica do outro. E se o Bocage e o António Maria Lisboa fossem um só teriam certamente criado coisinhas poéticas lindas assim:


Rêve Oublié

Neste meu hábito surpreendente de te foder de costas
neste meu desejo irreflectido de te fornicar num trampolim
nesta minha mania de te aviar como tu gostas
e depois esquecer-me irremediavelmente de ti

Agora a pinar em contra-luz para ver na sombra
agora a encostar-te ao vidro e deixar-te por terra
agora a enfiar-te na boca esta magnífica tromba
e depois vir-me de forma eterna.

Continuar a dar pinadas e mudar a posição do mastro
continuar a foder à bruta e nunca terminar cedo
continuar a procurar a fenda de uma princesa sem cuecas
e depois fechar a porta e prendê-la no meu enredo

Contar as quecas pelos dedos e perdê-los
contar um a um os nomes delas e não lembrar de nada
contar as chonas rapadas e descobrir-lhes o brilho
e depois fechar os olhos e limitar-me a seguir a estrada.

16 comentários:

Tripolar disse...

tãm lindo!até chórei!
Triste sina a do Pinante!

Anónimo disse...

Magnifico,estupendo, encantador!
Näo ha palavras para descrever a minha satisfacäo ao ler coisa täo bela!
Bj
Mazi

Patife disse...

Tripolar:
Nem triste sina nem picha fina. É apenas sina de cavaleiro pinante. ;)

Mazi:
Magnífico, estupendo e encantador são três dos adjectivos mais usados para descrever as pinadas do Patife. E na verdade é aqui o Pacheco que escreve estas coisas. Tem quase tanto jeito para teclar como para pinar. ;)

desejo disse...

És um lírico!

Mas, ó Patife, e não é que esta noite sonhei com chonas rapadas?
Sério.
O que será?!
Um desejo recalcado?

:)

Carolina Tavares disse...

Tu fazes terapia? Tu não precisas de terapia, precisas de Viagra.

Patife disse...

desejo:
Há lá coisa melhor que chonas rapadas. Por acaso há: As chonas papadas.

Quando cumprimos a vontade de um desejo contruímos fragmentos de realidade. Quando recalcamos o desejo, vamos para o campo dos sonhos. Foda-se. Estou a ficar demasiado pseudo. Vou mazé pinar e dizer impropérios à boca cheia, tão cheia como ficam a das moças que me mamam no palhaço. ;)

Carolina Tavares:
Se o Patife tomasse viagra teria de fazer o pino para conseguir mijar. ;)

Tio Encavo disse...

Blog?!Coisa de rotos. Só pode ter o dedo do panilas do RAP (Ricardo Araújo Pereira), essa obcessão por P's, Pipi, Priapo, Patife , Pacheco não engana. :P

Patife disse...

Tio Encavo:
Agradeço a elogiosa comparação, mas não insultes o Ricardo Araújo Pereira conotando-o com isto. A única coisa que o Patife tem a mais que o RAP são mesmo uns quantos centímetros de picha. ;)

desejo disse...

"Foda-se. Estou a ficar demasiado pseudo. Vou mazé pinar e dizer impropérios à boca cheia, tão cheia como ficam a das moças que me mamam no palhaço. ;)


Ó Patife tu és um psicólogo e pêras (sem o acento)!
Um dia destes marco uma consulta contigo, pode ser?
Diz os impropérios que entenderes. Adoro ouvi-los, hummmm!

:)

vafanculo disse...

um bando de tugas tarados e taradas àvidos de pissa, mas pissa de preto.
Vafanculo

Patife disse...

desejo:
Sou mais fodólogo. De resto, se gostares tanto de os ouvir como eu de os dizer, é que seria uma consulta e pêras. ;)

vafanculo:
Tens toda a razão, pá. O nabo do Patife, do alto dos seus 30 centímetros, é por diversas vezes conotado como picha de preto. Tens olho p´ra isto, pá. ;)

Kim III disse...

És um Às da poesia "extreoridnária" :)

tiago leal disse...

Ah poeta!

A Chata disse...

És um poeta, Tifinho. Até estou emocionada...

Malena disse...

Comparam-te ao RAP mas acho que és um Rapper!! O Rapper do pinaço!! :P

Patife disse...

Kim III:
Extra-ordinário é com o Patife, seja na poesia, na pinada ou numa bufa de enfiada. ;)

Tiago Leal:
Hoje fui mais penetra. ;)

A Chata:
Ver-te assim, emocionada, minha grandessíssima Chata, é coisa que me arrepanha o coração. ;)

Malena:
Por acaso já mandei uma a rappar. Escusado será dizer que não correu bem. ;)